9 Dicas para adesão da individualização de hidrômetros.

Hoje em nosso blog traremos dicas que sanaram de vez as suas dúvidas quanto a medição individualizada de água.

Por Grupo Yamam
20 de outubro de 2017
3 min. de leitura

Hoje em nosso blog traremos dicas que sanaram de vez as suas dúvidas quanto a medição individualizada de água. O fato é que a mesma, pode contribuir para uma redução considerável no orçamento do seu condomínio. Isso porque, quando medimos a água individualmente, estamos permitindo que cada apartamento pague somente o valor correspondente ao seu consumo interno de água, evitando assim o famoso rateio injusto do valor total da conta de todo o prédio pelo número de unidades, que muitas vezes pode prejudicar aquela que possui menos moradores.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) registrou aumento de 40% na procurar por medição individualizada no consumo de água em prédios da Região Metropolitana de São Paulo no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Antes de começar a obra, no entanto, é preciso avaliar estrutura do edifício, ver se o projeto inicial já previu a adaptação. Consultar o histórico da empresa que será contratada para o serviço e aprová-lo em assembleia.
Nos prédios mais novos, o processo todo leva em torno de cinco meses e custa em média R$ 700 por apartamento. Nos prédios mais antigos, o tempo aumenta para um ano e o custo pode chegar a R$ 3 mil. O investimento, no entanto, compensa porque a água representa 15% dos gastos de condomínios.
Em um condomínio no bairro da Saúde, em São Paulo, com 44 apartamentos, a individualização dos medidores fez a conta de água baixar de R$ 15 mil para R$ 3 mil. A fatura ficou mais barata porque o consumo médio por mês baixou de 1,6 milhão de litros para 700 mil litros por mês.
A lei Lei 13.312/2016 foi sancionada pelo presidente Michel Temer a Lei, que obriga novos edifícios a adotarem hidrômetros individuais para medir o consumo de água por apartamento no prazo de cinco anos.
A lei tem origem no projeto de lei (PLS) 444/2011, de autoria do senador Antonio Carlos Valadares.
Atualmente as empresas que executam esse tipo de serviço devem seguir a norma 15806/2010.
Assim, a prestadora de serviços deve oferecer um projeto ao condomínio de acordo com a norma. Da mesma maneira, os moradores devem permitir que sua unidade esteja adequada para receber esse projeto. Talvez em algumas unidades possa haver necessidade de mais reparos e em outras, não. Depende de como ficou configurada o apartamento após uma reforma, por exemplo .As implantações dessas tecnologias envolvem obras, algumas mais complexas, outras mais simples.

Por isso, fique atento:

1. No contrato assinado com a empresa, a garantia dos produtos instalados e da prestação do serviço precisam estar claras e bem definidas.
2. Medidores individuais ficarão na área comum ou dentro da unidade. A concessionária de água de São Paulo, a Sabesp, sugere que o medidor fique na área comum
3. Verifique a garantia oferecida pelos medidores
4. Cheque também de quanto em quanto tempo eles serão trocados
5. Verificar junto ao SERASA e SPC se a empresa possui pendências
6. Um engenheiro responsável e, de preferência, habilitado pela empresa de fornecimento de água local, deve ser o responsável por qualquer tipo de obra no condomínio. Sem contrato e fiscalização, não feche o negócio.
7. Toda empresa deve fornecer previamente um projeto que determine e estabeleça claramente quais as obras necessárias para a implantação, além de um projeto hidráulico para a instalação
8. Fique atento se os medidores têm lacres de segurança. Eles são fundamentais em caso de processos por inadimplência, além de garantirem a medição adequada.
9. Os medidores só podem ser instalados na horizontal. Caso fiquem na vertical, irão registrar somente um consumo parcial do apartamento, sobrecarregando as áreas comuns.

Para aprovar a medição individualizada no condomínio é necessário convocar uma assembleia geral com pauta específica para o tema.

 

Não perca nenhum conteúdo!

Assine nosso blog e receba novos posts em seu email.

form